as coisas que conta um português que anda pela Rússia
Sábado, 8 de Novembro de 2008
OSSÉTIA E INGUCHÉTIA

 

 

Hoje na Ossétia do Norte é dia de luto pelas vítimas do atentado de sexta-feira. De acordo com as autoridades policiais, a explosão junto à “marcherutka” (como vulgarmente são chamadas as “carrinhas táxi” com percurso fixo) foi provocada por uma mulher suicida, que fez explodir um cinto de “shakhid” com uma quantidade de explosivo equivalente a meio quilo de trotil. O balanço foi de 12 mortos e cerca de 40 feridos, dos quais 7 em estado muito grave foram hoje transferidos para Moscovo. Da vizinha Ossétia do Sul veio o conselho de “procurar a pista georgiana”. No entanto, a pista apontou para o lado oposto, para a Inguchétia. Entre a Ossétia do Norte e a Inguchétia há muito tempo que as relações são difíceis. Na origem está uma das famosas redefinições de fronteira dos tempos soviéticos. Os inguches ficaram sem uma parte do território onde outrora viviam os seus antepassados e para as culturas do Cáucaso, a terra onde foram enterrados os avós não se pode abandonar. Nos anos 90 houve uma guerra. Em palavras pobres, os inguches tentaram apoderar-se de uma parte da Ossétia do Norte, a região de Prigorod, os ossetas responderam com a ajuda dos ossetas do sul, que tinham já no seu currículo a guerra com os georgianos. Os inguches foram vencidos, mas calcula-se que a aventura tenha custado a vida a cerca de 3 mil pessoas, sobretudo da Inguchétia.

   

         No ano passado, quando eu estava na Ossétia do Norte com um colega, desaconselharam-nos fortemente a ir à Inguchétia. Um dos argumentos era que não arranjávamos táxi que estivesse disposto a entrar no território do “inimigo”. Diziam que os estrangeiros não podiam atravessar a região de Prigorod, onde nalgumas aldeias vivem sobretudo inguches, (era preciso dar a volta por Beslan), por razões de segurança. Arranjámos um taxista armeno, que não se sentia envolvido nas rivalidades entre ossetas e ingúches, e que foi mesmo por Prigord porque a estrada era mais curta e a gasolina custa dinheiro. A fronteira administrativa era guardada com todo o rigor: posto de controle, protecções de cimento, um blindado e muitas armas.

            Desde então a situação na Inguchétia tem-se complicado. (Talvez possa agora haver alguma mudança positiva, com a nomeação do novo presidente da Inguchétia, mas isso é uma perspectiva para o futuro). Atentados quase todos os dias. Actuação das tropas especiais russas no estilo do que era na Chechénia há alguns anos atrás (detenções, desaparecimentos, execuções...). Para agravar as coisas, um dos centros de detenção para os suspeitos de terrorismo na Inguchétia, era em Vladikavkaz (capital da Ossétia do Norte).

            Diz-se também que a população inguche que vive na Ossétia tem sido vítima de violência gratuita da parte dos ossetas. De acordo com algumas fontes da Imprensa russa, a praça onde se deu o atentado, junto ao mercado central, é o local donde “desapareceram”, nos últimos dois anos, 19 inguches. Dizem que é a vingança osseta pelo atentado de Beslan (a quase totalidade dos terroristas eram inguches). Isso poderia explicar a escolha do local onde a “shakhidka” fez explodir o engenho. Se é assim a espiral de violência pode continuar a crescer, e a instabilidade que actualmente reina na Inguchétia pode passar para as repúblicas vizinhas. 

 

Aqui ficam algumas imagens de Vladikavkaz, sem bombas...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por edguedes às 19:52
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

VICTOR HUGO PONTES NO "IN...

RÚSSIA E POLÓNIA DEPOIS D...

RE-START

"SHAKHIDKA"

AINDA ATENTADOS

METROPOLITANO DE MOSCOVO ...

METROPOLITANO DE MOSCOVO ...

METROPOLITANO DE MOSCOVO ...

RECOMEÇAR

ASSASSÍNIO DE SACERDOTE C...

arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds