as coisas que conta um português que anda pela Rússia
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008
BESLAN: DE VÍTIMAS A CULPADOS

 

 

A organização “Voz de Beslan” criada por algumas das mães que viveram o pesadelo do sequestro da Escola nº1, no início de Setembro de 2004, foi formalmente acusada de difundir ideias extremistas, e vão a julgamento em meados de Fevereiro. De acordo com um comunicado acessível no portal da organização (www.golosbeslana.ru) , o procurador geral da vizinha república da Inguchétia, apresentou ao tribunal de Nazran (Inguchétia) uma queixa em que se pretende que os juizes reconheçam como extremistas algumas das afirmações contidas num comunicado da “Voz de Beslan” de Novembro de 2005. No dito comunicado, a organização das vítimas do sequestro acusa o poder político da Rússia de conivência com o terrorismo, por não haver ninguém a nível das forças de segurança e das autoridades responsabilizado pelas 331 mortes (187 de crianças) que ali ocorreram. A “Voz de Beslan” aponta o dedo directamente para Putin (nós temos todo o direito de acusar o actual regime russo de conivência com o terrorismo russo e mundial...  Nenhum atentado terrorista, cometido na Rússia de Putin, foi desvendado. Dezenas de crimes graves contra a população civil, no nosso país, ficaram por castigar e continuam anónimos... Nós não temos culpa que a elite mundial apoie o nosso presidente, o qual se tornou uma garantia para os criminosos...)  A Voz de Beslan acusava ainda a Procuradoria de mentir e de cometer crimes no exercício de funções.

            Hoje, em nome da presidente da Voz de Beslan, Emma Tagaeva, foi publicada uma carta aberta ao presidente, a pedir justiça. No entanto, volta a afirmar que “nós consideramo-lo culpado da morte das nossas crianças”. Emma Tagaeva perdeu o marido e os dois filhos no sequestro da escola.

            No final de Novembro, quando estava no auge a campanha eleitoral centrada no “Plano de Putin”, Ella Kessaeva, a principal activista da Voz de Beslan, foi condenada por “crime administrativo” por uma acção de rua, em que colocaram um letreiro com a inscrição “Curso de Putin” a apontar para as ruínas da escola em que ocorreu a tragédia.

            No verão passado tive a ocasião de conversar com Emma Tagaeva e com Ella Kessaeva, em Beslan. Certamente que o sofrimento que paira sobre Beslan, e a sensação de impotência para chegara à verdade dos factos, pode levar a tons excessivamente carregados nas afirmações que fazem. Estas mulheres continuam a andar pelos tribunais e perdem sistematicamente todas as causas quer as que elas levantam, quer as que iniciam as autoridades contra a Voz de Beslan. No entanto, parece que não têm mais nada a perder. Exigir justiça tornou-se a causa das suas vidas.

            O facto curioso, ou talvez dramático, é que contra a Voz de Beslan seja usada uma cláusula da lei que foi concebida (teoricamente) para combater o terrorismo e as ideias que possam estar na sua origem, e que foi feita depois da tragédia de Beslan. Efectivamente a lei permite considerar extremistas muitas das iniciativas que visem o governo ou representantes deste. Deste modo as vítimas do terrorismo de Beslan poderão vir a ser consideradas culpadas de estar a fomentar ideias que poderiam alimentar acções terroristas.



publicado por edguedes às 17:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

VICTOR HUGO PONTES NO "IN...

RÚSSIA E POLÓNIA DEPOIS D...

RE-START

"SHAKHIDKA"

AINDA ATENTADOS

METROPOLITANO DE MOSCOVO ...

METROPOLITANO DE MOSCOVO ...

METROPOLITANO DE MOSCOVO ...

RECOMEÇAR

ASSASSÍNIO DE SACERDOTE C...

arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds